Dia Internacional da Mulher: slogan “Ni una menos!” representa novo significado que a data tem hoje

2020-03-08
Dia Internacional da Mulher: slogan “Ni una menos!” representa novo significado que a data tem hoje

 

O Dia Internacional da Mulher é uma data celebrada em diversos países do mundo e todo ano provoca a reflexão sobre o papel dela na sociedade. Tanto no Brasil como nos países que têm o espanhol como idioma oficial, a comemoração não se limita somente ao ato de presentear as mulheres. Atualmente, o dia 8 de março representa uma oportunidade de resgatar a história das conquistas das mulheres ao longo da história e discutir temas importantes que permeiam o cotidiano do público feminino como a igualdade de gênero, a violência contra a mulher, o feminicídio, entre outros.

De forma similar ao Brasil, nos países que falam a língua espanhola elas recebem flores, presentes e mensagens especiais para marcar o Dia Internacional da Mulher. Tanto governos como empresas fazem campanhas especiais nesta ocasião. Mas, o sentido desta data foi ressignificado. Palavras e slogans específicos se tornaram cada vez mais comuns nos diálogos e postagens nas redes sociais de mulheres engajadas na luta por direitos ao redor do mundo.

Um dos principais exemplos é “Ni una menos”, ou “Nenhuma a menos”. A expressão é uma frase atribuída a poeta e ativista mexicana Susana Chávez Castillo, que lutava contra as mortes de mulheres em seu país e foi assassinada em razão das denúncias que fazia em 2011. Mas, somente em 2015 a frase se tornou um dos slogans da luta feminista ao estampar cartazes de manifestações  na Argentina capitaneados por um coletivo homônimo que protestou contra o feminicídio. O estopim foi o assassinato de uma adolescente  de 14 anos, que estava grávida quando foi assassinada pelo namorado de 16 anos, sendo em seguida enterrada no quintal da casa dos avós dele com a ajuda dos pais.

Hoje, o Dia Internacional da Mulher se tornou um dia marcado por protestos ao redor do planeta. No ano passado, mulheres da Espanha organizaram uma segunda greve geral para reivindicar igualdade salarial. Já as argentinas fizeram a maior manifestação feminista da América Latina em 2019. Este ano não será diferente. As Organizações das Nações Unidas (ONU) escolheram a igualdade de direitos como tema da campanha de 2020 do Dia Internacional das Mulheres. O título da campanha é  “Eu sou a Geração Igualdade: concretizar os direitos das mulheres”.

Não importa o idioma, o Dia Internacional da Mulher se tornou um momento para que elas lutem por seus direitos e apresentem as suas demandas para a sociedade como um todo. O dia 8 de março se tornou uma data que demonstra a união das mulheres, indo muito além da questão dos presentes e homenagens. Pois, elas querem mudanças concretas que impactem as suas vidas. “Ni una menos!”

 
 Compartir noticia