Gestão de equipe: o que muda em cada país?

2020-09-10
Gestão de equipe: o que muda em cada país?

 

Gerir uma equipe significa lidar com pessoas e estimular o engajamento delas para que a empresa alcance o resultado desejado. Isso é uma realidade nas organizações em todo o mundo. No entanto, os modelos de gestão de equipe variam de acordo com as características do lugar onde as empresas estão instaladas. Saiba que características são determinantes para moldar a cultura organizacional de empresas estrangeiras nesse conteúdo da Espanhol Fluente.

 

Todos os líderes que estão à frente da gestão de equipe nas empresas, independente de porte e/ou segmento, buscam inspirar os colaboradores, otimizar os processos para dar mais eficiência aos times no seu dia a dia, promover um bom clima organizacional e fazer com que os princípios da organização norteiem a conduta dos seus liderados. Embora estes sejam os objetivos comuns dos líderes ao redor do mundo, o caminho e os meios para alcançar essas metas são afetados pelas particularidades de cada país. Conheça algumas dessas características:

 

Hierarquia: em muitos países, o organograma das empresas é mais vertical e baseado em uma forte noção de hierarquia. Mas, há também outros países em que o organograma é mais horizontal e os colaboradores mais autônomos;

 

Individual x Coletivo: a gestão de equipes pode ser fundada na noção da coletividade, do trabalho em conjunto, ou ter uma noção que valoriza o talento individual;

 

Orientações a curto prazo x a longo prazo: nem todo mundo sabe, mas a cultura de um país é determinante quando falamos de prazos dentro das empresas. Isso é algo que está diretamente ligado aos acontecimentos históricos do local. Há países que demandam esforços que produzam resultados imediatos e valoriza fortemente o lucro. Estes são mais imediatistas como os Estados Unidos e Inglaterra. Já as culturas de longo prazo apresentam como característica a valorização da perseverança e do esforço que dão resultados de forma mais lenta. Exemplos: China e Japão.

 

Como é possível perceber, a cultura influencia fortemente a gestão de equipe em um país. Mas, isso não significa que estrangeiros não possam se adaptar. A aprendizagem do idioma falado na empresa fundadora é a porta de entrada para quem quer alcançar o êxito no exterior. Assim, são evitadas dificuldades de comunicação. Além disso, é primordial fazer uma imersão na cultura do país-sede da empresa em questão para entender o tipo de comportamento que é esperado.

 

Enriqueça a sua atuação! Aprenda com a Espanhol Fluente! Aqui nós vamos além do ensino do idioma. Nossas aulas são voltadas para o contexto do ambiente corporativo e oferecem uma imersão na cultura do país para que o estudante entenda aspectos mais profundos que definem aquele país.

Venha para o Aulão Gratuito de Espanhol na próxima quarta-feira, dia 16, às 20h30. Você vai conhecer na prática a nossa metodologia de ensino. É só clicar nesse link e se inscrever!

 
 Compartir noticia