Dia dos Mortos no México

You are currently viewing Dia dos Mortos no México

Os altares, as caveiras, a maquiagem característica, as flores e os esqueletos são alguns dos principais símbolos que fazem parte das celebrações pelo Dia dos Mortos no México e que encantam pessoas mundo afora. Mas, você sabe como surgiu essa data tão peculiar na cultura mexicana? Descubra tudo sobre ela aqui nesse conteúdo da Espanhol Fluente.

O que é o Dia dos Mortos no México? 

Considerado Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela Unesco, o Dia dos Mortos no México é um feriado que celebra a vida e a memória das pessoas que já faleceram de forma alegre com muita cor, música e oferendas. As festas do Día de Los Muertos podem durar até sete dias, indo de 26 de outubro até o dia 3 de novembro.

A peculiaridade do Dia dos Mortos no México está justamente na maneira como essa cultura lida com a morte. Lá, os mexicanos fazem altares com alimentos, velas e flores nas suas casas e nos túmulos de pessoas queridas. Geralmente, são feitas oferendas com as comidas e bebidas preferidas de quem já faleceu. 

As ruas das principais cidades do país são muito enfeitadas, as pessoas usam fantasias e dançam para celebrar a vida e a memória dos antepassados. O Dia dos Mortos no México é mais tradicional em alguns lugares específicos: Aguas Calientes, Cidade do México, Morelos, Oaxaca, e Quintana Roo.

A origem do Dia dos Mortos no México

A história da celebração pelo Dia dos Mortos no México tem origem com os povos pré-hispânicos indígenas (asteca, maia, zapoteca e mixteca). Eles tinham a crença de que as almas dos mortos voltavam à Terra para ver seus entes queridos uma vez por ano, justamente no Dia dos Mortos. Esses povos também acreditam que a forma como a família e amigos lidam com a morte interfere na “vida pós-morte”.

Originalmente, o Dia dos Mortos no México era comemorado no nono mês do calendário solar asteca, por volta do início do mês de agosto. Entretanto, na época da colonização, os espanhóis mudaram a data do Dia dos Mortos para 02 de novembro, que antecede o Dia de Todos os Santos e se funde com o Dia de Finados. O objetivo aqui era fazer uma aprovação com o catolicismo.

Principais símbolos da celebração pelo Dia dos Mortos no México

O Dia dos Mortos no México é reconhecido por alguns símbolos específicos, como o uso das Calaveras. Elas são representações de caveiras pintadas e decoradas feitas com açúcar ou em argila. Já os altares são todos decorados com velas, caveiras de açúcar, fotos, comidas e podem ter de dois a sete andares. 

Um outro símbolo marcante é a La Catrina, a mais famosa das caveiras e um dos mais importantes personagens de José Guadalupe Posada. O esqueleto representa uma dama da aristocracia mexicana que usa um vestido elegante e um chapéu, acessório característico da alta sociedade do início do século XX, para mostrar que diferenças sociais não são nada diante da morte.

As flores também são muito usadas nas decorações dos altares e nas ruas durante as celebrações do Dia dos Mortos no México, em especial a cempasúchil. Ela possui cor amarela e lembra o sol. Segundo a tradição asteca, o sol guiava as almas dos falecidos até a última morada. Ainda podemos falar sobre algumas comidas típicas. Há o Pan de Muerto, que são pães de baunilha e laranja cobertos com açúcar; o Tamales, um tipo de pamonha acompanhada por feijão e molhos; e caveirinhas de açúcar, doces de chocolate branco em formato de caveira.

Ficou curioso e quer conhecer mais a cultura mexicana? Venha para o nosso Aulão Aberto que será no dia 26/11 às 20h via Zoom para treinar o seu espanhol e fazer uma  imersão na cultura desse país.

Inscreva-se aqui e expanda o seu conhecimento!

 



 

Deixe um comentário