O que esperar da economia pós-pandemia?

You are currently viewing O que esperar da economia pós-pandemia?

Vive-se um novo momento na economia. Empresas já estão em processo de recuperação e várias soluções adotadas nos dois últimos anos vieram para ficar. Mas o que as organizações podem esperar do cenário econômico no pós-pandemia? Será que as mudanças recentes serão implementadas definitivamente? Reflita nesse conteúdo com a Espanhol Fluente!

Um fato central quando se discute a economia pós-pandemia é que a mudança nos hábitos de consumo dos cidadãos fez com que negócios baseados no uso de plataformas digitais ganhassem protagonismo. Por meio da internet e de novas tecnologias, as pessoas passaram a comprar, se comunicar, estudar e trabalhar, por exemplo, sem sair de casa. Tudo com uma frequência muito maior. Claro que isso já era uma tendência natural por causa do constante desenvolvimento tecnológico, mas o novo cenário fez com que os níveis de digitalização alcançassem esse patamar rapidamente.

Mas e o mundo do trabalho no contexto de economia pós-pandemia?

Esta fase da economia é marcada pelas transformações corporativas ocorridas nos últimos dois anos. A rotina profissional passou por profundas mudanças, algumas delas já até eram tendências, mas foram aceleradas pelo contexto global. Jornadas mais flexíveis, a transformação digital, avanços tecnológicos e o surgimento de novas culturas organizacionais são alguns exemplos. Mas um dos principais destaques é a maior adoção do home office. 

A ideia de que um profissional só é considerado produtivo se ficar horas dentro de um escritório ficou para trás! O cenário atual é calcado na maior adoção do regime de trabalho remoto e híbrido. O colaborador pode trabalhar de casa executando suas funções normalmente com os equipamentos necessários, é proporcionada uma redução de custos de manutenção e infraestrutura para as empresas, é conferida mais autonomia e flexibilidade para o funcionário, entre outros benefícios. 

A popularização do home office por parte de empresas dos mais variados setores proporcionou uma outra vantagem importante: isso abriu espaço para as organizações contratarem mais pessoas que moram longe dos escritórios, em outras cidades e até em outros países. As fronteiras desapareceram! Já imaginou trabalhar em uma empresa espanhola ou norte-americana sem precisar sair do Brasil? 

Segundo uma pesquisa realizada pela consultoria BMI divulgada em reportagem pela CNN Brasil, das 56 empresas ouvidas, 80% apontaram que o modelo híbrido é ou será adotado pelos escritórios no pós-pandemia. O estudo ainda mostra que um dos principais motivos para implementação do trabalho remoto é a produtividade, 66,1% dos gestores entrevistados apontaram que o rendimento dos funcionários aumentou. 

No entanto, uma questão pode se apresentar para as pessoas que desejam aproveitar as oportunidades que estão surgindo nesse novo momento ainda mais voltado para o digital: a da língua. Ser fluente no idioma da empresa contratante é fundamental para se comunicar de uma boa forma com a equipe inteira. Além disso, há a questão cultural. Um bom profissional que deseja atuar no exterior sem sair de casa também tem que conhecer minimamente a cultura do país sede da organização, pois esse é um fator que pesa não só na hora de interagir com terceiros como também de criar e propor soluções que se adequem à realidade deste outro território. 

Quer aumentar as possibilidades da sua empresa quebrando barreiras culturais? Conheça os cursos da Espanhol Fluente, eles são voltados para o ensino de idiomas com foco na carreira profissional dos estudantes. Em seis meses, o aluno já terá desenvolvido habilidades tanto na fala como audição, leitura e escrita; e terá a fluência necessária para liderar reuniões e fazer apresentações. Em 12 meses, estará falando e escrevendo como um nativo! Entre já em contato conosco!

 

Deixe um comentário