Conheça algumas curiosidades da cultura mexicana

2019-08-22

 

Das pinturas de Frida Kahlo aos premiados filmes de Alejandro González Iñárritu, a cultura mexicana se destaca nas mais diversas áreas e épocas. E não é à toa: ela é reflexo de toda a complexidade da sua história, resultante da mistura das civilizações pré-hispânicas da Mesoamérica com a cultura dos colonizadores espanhóis.

Pouca gente sabe, mas a Cidade do México, capital do país, é a mais antiga das Américas. Quando o espanhol Hernán Cortez chegou ao local, em 1519, ele já encontrou o que na época era considerada a maior capital do planeta, Tenochtitlán, a capital do Império Asteca.

O Zócalo, localizado na atual Plaza de la Constitución, marca o ponto mais importante da Cidade do México e também da antiga Tenotchitlán. Trata-se de uma grande praça onde estão dois dos principais edifícios da cidade, o Palácio Nacional e a Catedral Metropolitana de La Asunción de María (principal catedral do país).

Outro sítio arqueológico importante são as Pirâmides de Teotihuacán, que estão entre as maiores do mundo. É possível subir ao topo de uma delas e apreciar o pôr do sol da Cidade do México.

Além de mais antiga, da Cidade do México é a terceira maior capital, com 20 milhões de habitantes. Exatamente por ser tão grande e resultado de culturas tradicionais, na Cidade do México não se fala somente o Espanhol. São mais de 10 línguas originárias dos antigos povos indígenas, como por exemplo, náhuatl, otomi e o mixteca.

Outro fato interessante sobre o local é que a Cidade do México foi construída sobre um lago, conhecido também como “Veneza Azteca”. Inclusive, é possível navegar pelos canais de Xochimilco em um interessante, colorido e festivo passeio.

Expressões culturais

Os povos tradicionais deixaram suas marcas também na maneira de ser do mexicano. No país, por exemplo, a morte significa apenas uma passagem, e esse fenômeno é vivido de forma natural, sem tristezas. No México, ninguém sofre ao lembrar de uma pessoa querida que partiu. Por isso, o Dia dos Mortos – ou El Día de los Muertos – é comemorado com alegria e é uma das maiores celebrações do país.

O dia 2 de novembro é uma das datas mais especiais do calendário mexicano. Mas as comemorações começam um mês antes, quando as casas são decoradas com caveiras, as famosas katrinas.

Também é muito comum que as famílias que perderam um ente querido façam em suas casas um altar, onde são colocados pertences da pessoa falecida. A crença popular é que a alma dos que partiram regressam no dia de mortos, por isso eles são recebidos com oferendas e muita música de Mariachis. É comum que se coloque a comida e bebida preferidas no altar dos mortos, por exemplo.

No ano de 2008, a Unesco declarou a comemoração do Dia dos Mortos como Patrimônio Imaterial da Humanidade. E a tradição também é explorada pelo turismo. Aliás, toda essa riqueza cultural do país aliada a uma beleza natural incomparável – principalmente em Cancun e Tulum – fazem do México um destino muito procurado, o que, por sua vez, gera uma receita importante (cerca de US$ 4 bilhões ao ano).

Artes plásticas

A cultura mexicana atravessou barreiras e ganhou o mundo. O casal de artistas plásticos mexicanos Frida Kahlo e Diego Rivera transformou-se em um verdadeiro ícone, tanto pela qualidade do trabalho quanto pelo espírito revolucionário, presente nas suas obras e em suas vidas.

Diego Rivera (1886-1957) foi um dos mais importantes pintores do país e principal representante do “Muralismo Mexicano”. Frida Kahlo (1907-1954) ficou conhecida por pintar autorretratos de inspiração surrealista.

A obra de ambos é toda influenciada pela cultura tradicional do México. Nas pinturas de Frida Kahlo, destaca-se a identidade nacional mexicana, com elementos da cultura popular e influência do folclore indígena, com o uso de cores fortes e vibrantes. Já Diego Rivera propôs uma arte vanguardista de grande expressividade. A partir de uma linguagem direta e repleta de conteúdo histórico, social e cultural, teve como foco principal temas nacionais, ou seja, a história do povo mexicano. Um de seus murais está no Palácio Nacional, que, como citamos, está localizado no Zócalo (ou Plaza de la Constitución).

Sem dúvida, trata-se de uma cultura riquíssima. Para aproveitá-la da melhor maneira, nossa dica é que você aprenda o idioma espanhol. Na Espanhol Fluente, acreditamos que a língua de um país, sua cultura e até a maneira como fazem negócios estão relacionadas. Sendo assim, nossa capacitação de profissionais no idioma leva todos esses aspectos em consideração.

Por isso, se você planeja viajar ou trabalhar em outro país, conte conosco!

 
 Compartir noticia